ANP CHUMBA AGENDAMENTO DO PROGRAMA DE GOVERO: GENERAL EMBALÓ A UM PASSO DA DEMISSÃO   |   O "PRESIDENCIALISMO" DE JOSÉ MÁRIO VAZ   |   Quem Ganha e Quem Perde Nesta Crise de Surdos?   |   2017 ano da reforma na administração pública e de trabalho   |   «Considero-me um cidadão político... cujo primeiro compromisso é com o país, a Guiné-Bissau» - Garante o escritor Fernando Casimiro “Didinho”   |   Rss Gazeta de Notìcias
Document sans titre
Cultura
QUEBEC (CANADÁ) - Ernesto Dabó: Uma descoberta incomum - 12-06-2014

Share |

Article posté le 12-06-2014

No ano passado, Ernesto Dabó lançou Lembrança, um disco fabuloso, gravado com músicos de Quebec, mas infelizmente passou despercebido aqui.
Na Guiné-Bissau, é muito diferente, pois o cantor-autor-compositor é considerado um dos pais da música moderna guineense. Diz-se mesmo que Dabo é Vigneault (grande autor-compositor-intérprete de Quebec) da Guiné-Bissau.
Aqui ele encontrou seus cúmplices de Montreal para oferecer dois shows: neste domingo, no St. Barnabas Saint- Lambert, no festival Clássica e 13 de Julho no Festival Internacional de Balattou Nuits d’ Afrique. A descoberta é importante.

Lembrança, que significa “memória” é um álbum fluido que mergulha tanto nas tradições do país como na canção poética revelando homenagens tratando da justiça e da boa governação, da condição humana e o amor.

Único Musicalmente, o disco é marcado, entre outros, da kora de Zal Sissokho, baixo Mário Légaré, do violoncelo Claude Lamothe, das percussões Daniel Bellegarde e os de Lilison , que reuniu músicos ao redor Ernesto Dabo .

“Eu encontrei pessoas com corações grandes e foram pacientes apesar das diferenças linguísticas e artísticas. Mas a música é transversal e chegamos a um ponto de acordo “, disse Ernesto Dabó em excelente francês.

Voz crioula

Em 1971, dois anos antes da independência da Guiné-Bissau, no meio da luta armada de libertação nacional, três jovens artistas militantes, incluindo Ernesto Dabó formam Cobiana Djazz. O grupo anuncia um verdadeiro movimento cultural apropriando-se da língua crioula.
“O regime colonial Português fez de tudo para afastar as pessoas, fazendo-lhes passar a ideia de que sua cultura era cultura inferior “, lembra Ernesto Dabó .
Com os seus cúmplices, ele cria conteúdos enraizados no folclore do país e dissemina ideias da luta armada de libertação nacional.
“De um dia para outro, toda a cidade de Bissau perguntava quem éramos. Isso causou uma explosão de criatividade. Os jovens em todos os bairros tentam criar grupos. Outros optaram pela literatura, pintura ou estilismo. Desse movimento, emergiram vários grupos, incluindo Lilison e seu grupo N’Kassa Cobra.”
 
Enquanto isso, outro grupo é formado em Portugal com Ernesto Dabó : Djorson que assina M’Ba Bolama , a primeira canção gravada na história da Guiné-Bissau.

Chega a independência em 1973, depois de 400 anos de colonização.

O artista diz: “Numa colônia, somos simplesmente indígenas, “animais “. Mas quando a sua condição humana é recuperada, plenamente, perante todos, é um sentimento que não se pode descrever. “
Ao longo dos anos, Ernesto Dabó abandonou a música em favor do direito internacional e de uma carreira de alto funcionário no seu país. “Fazer música não dava de comer, e uma vez que éramos militantes empenhados ao serviço da Pátria, sentimo-nos obrigados a ir trabalhar “, diz ele.
Agora aposentado, resta-lhe esse país de palavras e de músicas que está disposto a partilhar mais do que nunca.

Yves Bernard - Collaborateur
In LE DEVOIR
Libre de Penser
 

COMENTÁRIOS
Document sans titre
E-mail:
Password:
 

Ainda não tem Área Pessoal?   » Registe-se
Esqueceu a password?   » Clique Aqui

0 Comentários

Pas encore de commentaire ajouté...
Cultura

Cultura
- APELO - 27-01-2016

Cultura
- Minino di nha Terra - 27-01-2016

Cultura

Cultura

Cultura

Cultura

Cultura

Cultura

Cultura

 

 

   
ÁREA RESERVADA
 
Document sans titre
E-mail:
Password:
 

Ainda não tem Área Pessoal?   » Registe-se
Esqueceu a password?   » Clique Aqui

   
   
   
EDITORIAL
 
 
   
Document sans titre
   
 
Gazeta de Notìcias, 2009 © Todos os direitos reservados - Design by CHRISTDOWEB