ANP CHUMBA AGENDAMENTO DO PROGRAMA DE GOVERO: GENERAL EMBALÓ A UM PASSO DA DEMISSÃO   |   O "PRESIDENCIALISMO" DE JOSÉ MÁRIO VAZ   |   Quem Ganha e Quem Perde Nesta Crise de Surdos?   |   2017 ano da reforma na administração pública e de trabalho   |   «Considero-me um cidadão político... cujo primeiro compromisso é com o país, a Guiné-Bissau» - Garante o escritor Fernando Casimiro “Didinho”   |   Rss Gazeta de Notìcias
Document sans titre
Politica
ANP: Adiada reapreciação e votação de programa de Governo - 18-01-2016

Share |

Article posté le 18-01-2016

A sessão extraordinária convocada para o efeito mal começou foi suspensa pelo presidente da ANP, Cipriano Cassama, “por falta de condições de trabalho”. 

Apos a suspensão e sob protestos dos deputados da bancada do PRS e os 15 contestatários do PAIGC, membros do Governo e deputados da bancada do PAIGC abandonaram o hemiciclo.

Na plenária ficaram entretanto os deputados do PRS, maior partido da oposição e os 15 deputados, cuja perda de mandato fora declarada pela Comissão Permanente da Assembleia Nacional Popular ,na sequencia da expulsão destes do PAIGC, por” graves violação dos estatutos”.

A sessão extraordinária  ficou marcada pela instalação de um aparato policial jamais visto no parlamento devido os receios de escaramuças entre a segurança do parlamento e os deputados cuja perde mandatos foi declarada no domingo.

Agentes de segurança  instalaram no interior e na parte externa do parlamento e controlaram a entrada de deputados mediante  a lista de deputados publicados no Boletim Oficial, o que permitiu a entrada de deputados visados pela  perda de mandatos.

Se o Programa de Governo voltar a não conseguir a aprovação  dos deputados o governo é demitido.
A primeira votação ocorreu em Dezembro e o programa não ficou aprovado por abstenção do grupo de 15 deputados do PAIGC que contestam a o líder do partido, Domingos Simões Pereira. 

Entretanto, depois do Presidente da ANP ter dado por encerrado a sessão de hoje, os deputados da bancada parlamentar do PRS e os 15 dissidentes do PAIGC recusaram sair da sala, tendo constituído uma nova mesa presidida por Alberto Nambeia que, no escuro e sem material de som, prosseguiu os trabalhos.

ANG

 

COMENTÁRIOS
Document sans titre
E-mail:
Password:
 

Ainda não tem Área Pessoal?   » Registe-se
Esqueceu a password?   » Clique Aqui

0 Comentários

Pas encore de commentaire ajouté...
Politica

Politica

Politica

Politica

Politica

Politica

Politica

Politica

Politica

Politica

 

 

   
ÁREA RESERVADA
 
Document sans titre
E-mail:
Password:
 

Ainda não tem Área Pessoal?   » Registe-se
Esqueceu a password?   » Clique Aqui

   
   
   
EDITORIAL
 
 
   
Document sans titre
   
 
Gazeta de Notìcias, 2009 © Todos os direitos reservados - Design by CHRISTDOWEB