ANP CHUMBA AGENDAMENTO DO PROGRAMA DE GOVERO: GENERAL EMBALÓ A UM PASSO DA DEMISSÃO   |   O "PRESIDENCIALISMO" DE JOSÉ MÁRIO VAZ   |   Quem Ganha e Quem Perde Nesta Crise de Surdos?   |   2017 ano da reforma na administração pública e de trabalho   |   «Considero-me um cidadão político... cujo primeiro compromisso é com o país, a Guiné-Bissau» - Garante o escritor Fernando Casimiro “Didinho”   |   Rss Gazeta de Notìcias
Document sans titre
Sociedade
Greve dos professores: Direecção do Sindeprof fala em 100 por cento de aderência - 21-10-2015

Share |

Article posté le 21-10-2015

Segundo Eusébio Có, em conferência de imprensa conjunta promovida pelo SINDEPROF e os candidatos à liderança deste sindicato, muitas das vezes os professores ficam velhos antes do tempo devido à falta de meios e má alimentação.

“O SINDEPROF realizou esta conferência de imprensa para exprimir igualmente as suas ideias concernentes a declaração do porta-voz do governo segundo a qual as revindicações dos professores já foram quase solucionadas”, explicou Eusébio Có.

Acrescentou que a ministra da Educação deve tratar os professores na base de imparcialidade uma vez que os mesmos são penalizados.

“Vamos levantar a greve só quando as nossas revindicações foram solucionadas. E se por ventura isso não acontecer até final da greve pretendemos desencadear mais uma de 30 dias com o objectivo de restituir a dignidade aos professores  promovendo um futuro melhor aos mesmos”, disse Eusébio Có.

Por sua vez, o candidato da lista verde à liderança do Sindeprof, Duarte Sanha disse que o Estado pode resolver o problema dos professores se houver a vontade por parte do mesmo, acrescentando que existe diferença entre as instituições da função pública e que  os problemas de outras instituições são sempre solucionados.

Sublinhou que o único sindicato sofredor entre os sindicatos da função pública é o dos professores, e que já chegou o momento de mudar de rumo, para o bem da classe.

O Director da campanha do candidato da lista branca, Domingos Carvalho apelou aos professores a continuarem unidos na luta pelo interesse comum uma vez que  é o caminho para alcançar a dignidade.

Considerou de injustiça, formar na mesma escola ter o mesmo  diploma e auferir de salários diferentes;

Carvalho sublinhou que a única via para terminar com a injustiça é a implementação da Carreira Docente no sector educativo.

 

COMENTÁRIOS
Document sans titre
E-mail:
Password:
 

Ainda não tem Área Pessoal?   » Registe-se
Esqueceu a password?   » Clique Aqui

0 Comentários

Pas encore de commentaire ajouté...
Sociedade

Sociedade

Sociedade

Sociedade

Sociedade

Sociedade

Sociedade

Sociedade

Sociedade

Sociedade

 

 

   
ÁREA RESERVADA
 
Document sans titre
E-mail:
Password:
 

Ainda não tem Área Pessoal?   » Registe-se
Esqueceu a password?   » Clique Aqui

   
   
   
EDITORIAL
 
 
   
Document sans titre
   
 
Gazeta de Notìcias, 2009 © Todos os direitos reservados - Design by CHRISTDOWEB